quinta-feira, 23 de agosto de 2012

POLIGAMIA LEGALIZADA



Pois é... Depois que eu publiquei duas vezes aqui no Blog sobre infidelidade, aconteceu recentemente no Brasil uma poligamia legalizada. Um juiz considerou família a união de um homem e duas mulheres em São Paulo. Eles já viviam juntos na mesma casa há três anos em Tupã, e resolveram regularizar a situação. Eles procuraram o Cartório de Registro Civil e fizeram uma escritura pública de União Poliafetiva. A identidade do trio não foi divulgada pelo cartório.

De acordo com a tabelião que fez o registro, Cláudia do Nascimento Domingues, a escritura foi feita há três meses, mas, somente na quarta-feira (22) foi publicada no Diário Oficial. “A declaração é uma forma de garantir os direitos de família entre eles. Como eles não são casados, mas, vivem juntos, portanto, existe uma união estável, onde são estabelecidas regras para estrutura familiar”, destaca.
O presidente da Ordem dos Advogados de Marília, Tayon Berlanga, explicou que o documento funciona como uma sociedade patrimonial.

“Ele dá direito ao trio no que diz respeito à divisão de bens em caso de separação e morte. No entanto, não garante os mesmo direitos que uma família tem de, por exemplo, receber pensão por morte ou conseguir um financiamento no banco, para a compra da casa própria por exemplo, ser dependente em planos de saúde e desconto de dependente na declaração do imposto de renda”, completa.

E aí? O que você pensa sobre isto? Mr Catra já pregou que aprova a poligamia. Inclusive ele vive com mais de uma mulher. Você se imagina tendo duas Dona Maria em casa? Comente! Deixe sua opinião!

Fui! Um abraço!

Fonte:

Crédito da imagem:



19 comentários:

  1. Eu e minha namorada estamos procurando outra para iniciarmos uma poligamia. Acreditamos no amor e respeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante Tiago! Deveríamos ter mais liberdade para expressarmos nossas opiniões sem esta de "fim dos tempos" assombroso que as pessoas usam. Se soubessem que a poligamia é mais antiga que andar pra frente... Abraços! obrigado pelo comentário!

      Excluir
    2. De uma vez por todas as pessoas deveriam aceitar a forma de amar de cada um, seja praticando a poligamia ou não.
      Somos seres livres para nossas escolhas!
      Muitos ainda tem preconceito na poligamia, pois ficam presos ao ciúme e egoísmo de pensar que o parceiro é somente seu e ponto final.
      A confiança é a base para um relacionamento saudável.
      A poligamia tem que parar de ser discriminada.

      Excluir
    3. Ter duas esposas, representaria uma maior estabilidade no lar, o homem se prenderia mais a sua casa, sua dedicação teria que ser redobrada. Os que são contra é que ñ dão conta nem de uma, imagina de duas. Eu cá comigo fico pensando, três ñ seria demais...para quem tem folego, é claro.

      Excluir
    4. Thiago Gracino de Oliveira6 de outubro de 2015 22:43

      Na verdade, isso foi uma idéia dela na época. Eu não consegui aceitar, achei tudo muito estranho, foi um relacionamento curto, digamos que um relacionamento aventureiro.

      Excluir
  2. Cara que legal. É isso aií é o que acontece em quase todas as famílias brasileiras só que de forma oculta. Deve ser garantido o direito de se formar família de forma poligamica, deste modo poderiamos inclusive resolver o problema social da falta de homem que se dá em casamento, e sustenta responsabilidade familiar. Assim como os homoafetivosestao fazendo, vamos lutar pela legalização da poligamia pois ambos compõem um fato real da sociedade brasileira.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho vontade de abordar esse assunto com minha mulher... Mas ainda encontro muita dificuldade. Sou de família tradicional e minha mulher também. Concordo com a pessoa que escreveu: "poderiamos inclusive resolver o problema social da falta de homem".

    ResponderExcluir
  4. Assunto polemico, mas muito interessante.

    ResponderExcluir
  5. Acho que em tudo que fazemos, podemos iniciar e para a qualquer hora...desde que, os ¨três¨estejam em pleno acordo e sintam-se feliz, pq não?

    ResponderExcluir
  6. Eu n vejo problemas em ter duas mulheres, mais com certeza vejo problema em que minha mulher tenha dois homens, não olhamos somente para nosa satisfação, mais da sua companheira também. O que vocês acham???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complicado! Muitos querem o direito de ter mais de uma mulher, mas recusam a ideia de dividir suas mulheres com outros homens...

      Excluir
  7. Os políticos não legalizam o poligamia argumentando que isso desprezaria a mulher, mas esse discurso é hipócrita. Muitos políticos têm amantes (o que é mais glamuroso) mas diante das pessoas e da mídia eles enchem a bola das mulheres ressaltanto suas conquistas e etc. e tal, e às escondidas tratam as mesmas como objeto. O que eles não querem é perder essa vidinha glamurosa, muitas vezes financiada pelo contribuinte. Se fosse legalizada a poligamia haveria menos "justificativas" para eles teem amantes, entenderam? Essa hipocrisia esta sendo exposta a cada dia, com a descoberta de casos extraconjugais de políticos e de homens famosos no mundo inteiro (até Lula foi desmascarado). Sou a favor que se levante essa bandeira(legal. da poligamia) no Brasil e no mundo.

    ResponderExcluir
  8. Não vou falar em termos históricos pois ai cairia no ambito Homosexual tambem, vou falar para quem se Considera Cristão, Vc já parou para pensar(e estudar é claro) que na Biblia (livro sagrado Cristão) ouve poliginia? (homem e varias mulheres (exemplo: dos tres patriarcas abraão Isaque e Jacó, Abraão-o unico nas escrituras a ser chamado amigo de Deus- e Jacó eram Poligamos)e que apesar de não ser o proposito Original(assim como tambem não o era comer carne) não ha siquer uma proibição a poliginia? NÃO INCENTIVO A poliginia, MAS NINGUEM QUE SE DIS CRISTÃO PODE PROIBIR COM BASE RELIGIOSA E MORAL (POIS ASSIM QUERENDO OU NÃO ESTARIA MANCHANDO A REPUTAÇÃO DE PATRIARCAS DE SUA CRENÇA, BOA MATERIA DAVID E !MABRUK!

    ResponderExcluir
  9. É verdade que a bíblia relata vários casos de poligamia, dentro e fora do povo de Deus e que os maiores nomes do velho testamento, como Abraão e Jacó (Israel), foram polígamos e tiveram filhos de mulheres diferentes. Mas estes casos estavam inseridos em um contexto histórico de uma sociedade patriarcal e claramente centrada no homem. Os homens polígamos eram vistos naturalmente, mas as mulheres, por reflexo do pensamento social da época, eram vistas como prostitutas. Apesar de eu discordar 100% de que todo o contexto bíblico (velho + novo testamento) apresente subsídios para praticarmos a poligamia atualmente, vamos transportar esta prática para nossos dias. A bíblia condena claramente o adultério em inúmeros textos, cenários e situações, desta forma as famílias polígamas deveriam manter a "fidelidade", sendo uma estrutura fechada, um homem teria suas duas mulheres e seria fiel a elas não se aventurando em relações extra-conjugais, mas poderia adicionar novas mulheres a família por novos casamentos, desde que todos estivessem de acordo. No entanto, nossa sociedade não é mais tão machista como antigamente, sendo assim as mulheres deste homen poderiam fazer o mesmo, certo?...adicionando novos maridos a família e esses maridos novos, por sua vez, poderiam adicionar mulheres novas a família. Uma mulher dividida por dois homens que são divididos por mais duas mulheres, que por sua vez em teoria também podem ser divididas por mais outro homem, não me soa como uma família. Este contexto me parece mais um retrocesso moral na sociedade e que inevitavelmente culminará em adultério dentro da própria casa. Isso não me parece com um plano de Deus para a família e a sociedade. E se você acha que eu exagerei no quadro, lembre-se que uma vez legalizada a poligamia cada um faz o que bem entender do seu lar, mas o reflexo sempre cai sobre toda a sociedade.

    ResponderExcluir
  10. Vivo esta situsçao...casada a 15 anos e a algum tempo, temos uma terceira pessoa que mora conosco somos muito felizes assim. Apenas tivemos coragem de assumir o que muitos jamais teriam, mas com certeza morrem de vontade d viver...chega de hipocresia! Amar e dividir o amor é somar e multiplicar! Socidade se transforma e quem ñ evolui no pensamento para no tempo... familia tambm se transforma... gente! Errado é roubar e matar!! ;)

    ResponderExcluir
  11. Eu viveria esse principio com certeza!! eu acredito nele. O problema é que hoje mesmo com tanta informação disponível o povo prefere falar asneira do que pesquisar primeiro.A poligamia ou seja um homem ter mais que uma esposa é um principio antigo e da natureza, sei que é uma comparação chula mas por exemplo numa fazenda pode-se ter varias fêmeas e apenas um macho reprodutor, é uma questão biológica!!

    ResponderExcluir

COMENTE, DEIXE SUA OPINIÃO